VOCE REPORTER
ADLLINK-2
OPINIÃO

Perseguição ao Cristianismo

Um caso de mácula à liberdade religiosa ou o genocídio de um grupo religioso com a cumplicidade dos meios de comunicação?

06/06/2019 21h37Atualizado há 6 dias
Por: Paraíba 10
Fonte: Heverson Smith/Paraíba 10
22

Estamos presenciando um crescimento exponencial de uma visível perseguição ao Cristianismo pelo mundo

Segundo o site Portas Abertasmais de 4.800 cristãos foram mortos no ano de 2018, o que representa um aumento de 40% em comparação ao ano de 2017. Tal perseguição é mais acentuada nos países de predominância religiosa muçulmana xiita, bem como, nos países de viés socialista.

Não é raro; em países do Oriente Médio, africanos e asiáticos; a morte de cristãos apenas pelo seu credo. Tais mortes são, em maior número, na Coréia do Norte e Nigéria. Porém, demais países daquele eixo geográfico têm números igualmente alarmantes, acusando uma massiva perseguição ao Cristianismo.

Grupos mais radicais, v.g, Estado Islâmico, usam as mais variadas formas de tortura em suas execuções; dentre elas: afogamento, degolação, incineração, apedrejamento, desmembramento e outras

Se isso não bastasse, há também o estupro de mulheres das mais variadas idades, mesmo se tratando deanciãs e até crianças.

Nos países comunistas, a forma mais comum de execução é o fuzilamento.

Porém, tal perseguição não é atual. Foram 19 séculos de perseguição a esse grupo religioso em específico. 

Isso se iniciou em Roma, quando os apóstolos de Jesus Cristo começaram a pregar o evangelho aos quatro quantos, apregoando as boas novas da morte e ressurreição daquele chamado pelos seus fiéis de: O Filho de Deus!

A pregação do evangelho iniciou uma perseguição perpetrada pelo Império de César em desfavor dos fiéis.Mas, isso não inibiu a expansão cristã. 

O próprio apóstolo Paulo dizia, em uma de suas cartas, que aproveitava suas prisões para evangelizar seus carcereiros, obtendo um número ainda maior de conversões entre a guarda romana.

Um dos motivos para a queda do Império foi exatamente o Cristianismo, haja vista que um dos principais discursos do evangelho é a igualdade entre todos, não havendo assim senhores e escravos.

Roma era escravagista, fazendo uso dessa força de trabalho para continuar crescendo.

O discurso de igualdade e liberdade atraiu os diversos povos que eram escravizados pelos romanos.

Após a queda do Império Romano, muitos outros impérios e religiões perseguiram os cristãos, porém, sem êxito. O número de seguidores só aumentou.

Atualmente, ter seu credo é um direito de toda pessoa.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos prega em seu artigo 18 que: "Todo o homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião...”. Assim, uma perseguição desse tipo, além de macular tal dispositivo, é um flagrante desrespeito à espécie humana, ao direito à vida e à livre convivência entre os povos.

A Constituição Federal do Brasil, no artigo 5º, VI, estipula ser inviolável a liberdade de consciência e de crença, assegurando o livre exercício dos cultos religiosos e garantindo, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias.

Código Penal Brasileiro pune os que desrespeitam a liberdade religiosa. Vejamos o teor do art. 208 in expressi verbis:

 

Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:

Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.

Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

 

O ordenamento jurídico nacional defende a liberdade religiosa, tipificando como crime seu desrespeito.

Porém, mesmo assim, ocorreram fatos, há pouco tempo, onde se presenciaram os mais diversos crimes contra o Cristianismo.

Em passeatas, concentrações políticas e em paradas, utilizaram-se símbolos religiosos de forma desrespeitosa e pejorativa, como por exemplo, a introdução de crucifixos nos orifícios de pessoas, maculando-se assim o credo religioso dos cristãos brasileiros.

Diferente da perseguição no Oriente Médio e nos países comunistas, no Ocidente, a perseguição se trava no campo das ideologias e da moral. Aqueles indivíduos que,defendem um sistema de economia planificada e um viés ideológico marxista, escarnecem e zombam daqueles deposição político-ideológico divergente.

Mas, os ataques físicos oriundos desses movimentos de índole comunista também acontecem no Ocidente, não sendo atos exclusivos de outros continentes. Fato comum são pessoas serem agredidas, por militantes políticos de esquerda, só por divergência ideológica.

O Cristianismo vem sendo perseguido, como nunca antes visto em toda a história mundial, devendo ser relatada por todos os meios de comunicação, não se entendendo o silêncio da mídia radiofônica e televisiva sobre tal crime à humanidade.

Assistimos estupefatos a perseguição global em desfavor desse grupo religioso e o silêncio cúmplice dos meios de comunicação, estes deveriam denunciar tal barbárie genocida.

 

Por: Heverson Smith/Paraíba 10 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB
Atualizado às 04h24
22°
Chuva fraca Máxima: 26° - Mínima: 23°
22°

Sensação

17 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
ANUNCIE ARRANHA CÉU
WINDOWS 10
ABI-RJ
Municípios
FLAMENGO
Últimas notícias
ANUNCIE AQUI 4
Mais lidas
QUARTO DE GUERRA
JUNIOR BELCHIOR
Anúncio